VEJA VÍDEO E MATÉRIA JORNALÍSTICA
– “Para contar um pouco sobre a situação dessas populações, o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) visitou a Reserva Indígena de Dourados e diversas aldeias do estado de Mato Grosso do Sul. Foram mais de mil quilômetros percorridos durante cinco dias para a produção do documentário “Guarani e Kaiowá: Pelo direito de viver no Tekoha”. O filme foi lançado nesta terça-feira (12) na Cinemateca do Museu de Arte Moderna (MAM), no Rio de Janeiro”.

Veja a matéria na postagem do Instituto Humanitas Unisinos.

Similar Posts