A temperatura global da terra e do oceano de 2017 provavelmente terminará entre os três anos mais quentes registrados, e espera-se que seja o ano mais quente sem um aquecimento El Niño.

Os primeiros 11 meses do ano foram o terceiro mais acalorado, atrás de 2016 e 2015, com condições muito mais quentes do que a média envolvendo grande parte das superfícies terrestres e oceânicas do mundo, de acordo com a US National Oceanic and Atmospheric Administration  (NOAA) . A cobertura do gelo marinho do Ártico e da Antártida permanece em mínimos históricos recordes.

“O que é mais importante do que o ranking de um ano individual é a tendência geral e de longo prazo do aquecimento desde o final da década de 1970, e especialmente neste século”, disse Omar Baddour, cientista sênior da Organização Mundial de Meteorologia (OMM). “Junto com as crescentes temperaturas, estamos vendo clima mais extremo com grandes impactos socioeconômicos”, disse ele.

Veja matéria original AQUI.

, ,
Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *